(11) 94351-9093

Blog

COMO MELHORAR O MUNDO RECICLANDO E-LIXO?

O lixo gerado pelas cidades é assunto sempre presente nas reuniões entre países de liderança global. Segundo a ONU as metrópoles de todo o mundo produzem cerca de 10 milhões de toneladas de lixo todo ano, algo insustentável para a vida no planeta.

De todo esse lixo produzido, existe um tipo específico que pode ser mais nocivo ao meio ambiente se descartado de forma indevida. O lixo eletrônico ou e-lixo é um resíduo cheio de particularidades e necessita de uma atenção especial da sociedade.

Itens indispensáveis como computadores, tablets, televisores e celulares têm um ciclo de vida útil muito curto e rapidamente tornam-se obsoletos, afinal temos novos modelos e softwares sendo lançados periodicamente, o que resulta em um ciclo vicioso de descartes de e-lixo.

Segundo as Nações Unidas, cerca de 60% da população mundial tem um ou mais celulares, sem mencionar outros eletrônicos. Isso significa um contingente de mais de seis bilhões de aparelhos que podem ser trocados anualmente.

A partir desses dados, é importante destacarmos a responsabilidade de cada cidadão ao adquirir um eletrônico, pois se o descarte for feito de forma indevida teremos um grande problema para a sociedade em que vivemos, para as gerações futuras e, principalmente, para o meio ambiente.

Quais são os perigos do descarte incorreto de lixo eletrônico?

O resíduo eletrônico pode ser composto por pequenos itens oriundos de diversas procedências. Não é difícil encontrar em uma pequena placa de circuito de um celular, componentes altamente nocivos ao meio ambiente como:

  • ouro;
  • cobre;
  • chumbo;
  • petróleo;
  • zinco e tantos outros.

Se todos esses componentes fossem colocados, em massa, em um aterro sanitário, por exemplo, ocasionaria o lacramento do local a médio prazo, devido ao longo período necessário para a decomposição dos componentes,  que pode chegar a décadas.

Sem mencionar o descarte do e-lixo em vias públicas, rios, zonas de florestas e lugares que podem ter seu bioma comprometido devido à contaminação ocasionada por um resíduo altamente perigoso como o chumbo.

Solução: reciclagem do lixo eletrônico

A reciclagem do e-lixo representa a solução mais inteligente para o problema, uma vez que impede a destinação indevida de componentes nocivos ao meio ambiente, ao mesmo tempo em que traz economia para as empresas que usam o material reciclado.

O processo de reciclagem do lixo eletrônico começa com o descarte correto; é importante separarmos resíduos não recicláveis do e-lixo para que sua destinação seja feita de forma correta.

Com o recebimento do e-lixo, a recicladora cuidará da separação de cada componente interno de um determinado item, ou seja, o celular ou outro aparelho será desmontado manualmente e terá seus compostos segregados em lotes de plástico, metais ou vidros.

Devidamente separado, cada tipo de material terá seu devido tratamento: plásticos e vidros podem ser derretidos e transformados em matéria nova e metais, como chumbo ou zinco, poderão ser transformados em novos circuitos eletrônicos para compor aparelhos novos.

É importante que, ao destinar o lixo eletrônico a uma recicladora, estejamos cientes quanto ao compromisso dessa empresa junto aos órgãos ambientais e reguladores, como o Ibama.

Somente com a reciclagem do lixo eletrônico tornaremos nosso planeta sustentável e mais limpo para as próximas gerações. Pense nisso.

 

Licença Ambiental